Devinho Novaes (Foto: Aliança Comunicação e Medow)

Novo fenômeno do estilo sofrência coloca o maior público do Maior São João do Mundo, em 2018

Apesar do grande público presente no Parque do Povo, não houve registros de incidentes graves



Postado: 06/07/2018 às 10:49

Com apenas 21 anos de idade, menos de um de carreira, o sergipano de Aracaju, Devinho Novaes, colocou o maior público da edição 2018 do Maior São João do Mundo.

Como se diz no ditado popular, tinha gente pra tirar de rodo. Os portões do Parque do Povo foram fechados por volta das 22h50, mas  as filas ainda davam voltas.

Com carisma e simplicidade, Devinho conquistou o público e mostrou porque é o novo fenômeno do arrocha, também conhecido como sofrência, desmistificando a ideia de que só tocava funk e que por isso não deveria estar na programação do Maior São João do Mundo. 

Indiferente às críticas, o povo lotou o Quartel General do Forró e cantou com Devinho seus sucessos, como Baby Alô, e músicas do repertório sertanejo que encabeçam as playlists, a exemplo de Largado às Traças, de Zé Neto & Cristiano; e Apelido Carinhoso, gravada por Gusttavo Lima e que há cinco meses é a música mais tocada no Brasil. Apesar do grande público presente no Parque do Povo, não houve registros de incidentes graves.

“Isso é resultado do trabalho sério e rigoroso de fiscalização nos acessos e do esquema de segurança montado para a festa. E nisso temos que reconhecer, e agradecer, o apoio das polícias Militar e Civil, além do Corpo de Bombeiros, que atuam diária e incansavelmente, com as equipes de segurança particular, para garantir a tranquilidade dos forrozeiros”, disse Michelly Félix, executiva de captação da Aliança Comunicação e Cultura.

Já era madrugada desta sexta-feira, quando a manauara Márcia Fellipe subiu ao palco, para encerrar a programação de uma noite histórica para O Maior São João do Mundo.

Fonte: Aliaça Comunicação e Cultura e Medow Promo